Especialista em Wordpress

A Creapar Desenvolvimento é uma empresa especializada em Wordpress. Estamos comprometidos em proporcionar aos nossos clientes soluções web avançadas e criativas que se adaptam às reais necessidades e objetivos. Desenvolvemos sites, sistemas, lojas virtuais, portais de conteúdo, intranets, extranets e muito mais, sempre focando em alcançar os objetivos do negócio. Nossa equipe de profissionais é altamente qualificada, com vasto know how nas áreas de design, desenvolvimento, SEO, marketing digital e muito mais. Estamos comprometidos em fornecer a melhor experiência on-line, para todos.

O que é Test Double? (Tecnologia)

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest

O que é Test Double?

Otimize Seus Investimentos em Tráfego Pago para Vender Mais

O Test Double é uma técnica utilizada no desenvolvimento de software para simular ou substituir partes do sistema durante a execução de testes automatizados. Essa abordagem permite isolar o código que está sendo testado, tornando os testes mais confiáveis e eficientes. Neste glossário, vamos explorar os diferentes tipos de Test Double e como eles podem ser aplicados na prática.

Tipos de Test Double

Existem vários tipos de Test Double, cada um com sua própria finalidade e forma de utilização. Vamos conhecer os principais:

1. Dummy

O Dummy é um tipo de Test Double que é utilizado quando precisamos passar um objeto como parâmetro para um método, mas não vamos realmente utilizá-lo durante o teste. Ele é apenas uma “casca vazia” que serve para satisfazer a assinatura do método. Por exemplo:

“`java
public void meuMetodo(Object parametro) {
// Não faz nada com o parâmetro
}
“`

2. Fake

O Fake é um tipo de Test Double que implementa uma versão simplificada de uma dependência real. Ele é utilizado quando a dependência real é muito complexa ou difícil de ser utilizada em um teste automatizado. Por exemplo, podemos criar um Fake para simular um serviço de envio de e-mails:

“`java
public class FakeEmailService implements EmailService {
public void enviarEmail(String destinatario, String mensagem) {
// Implementação simplificada para o teste

Incremente Suas Vendas: Gestão Estratégica de Anúncios Online
}
}
“`

3. Stub

O Stub é um tipo de Test Double que retorna valores pré-definidos durante a execução do teste. Ele é utilizado quando precisamos simular o comportamento de uma dependência real, mas não queremos executar todo o código necessário para obter o resultado desejado. Por exemplo:

“`java
public class StubCalculadora implements Calculadora {
public int somar(int a, int b) {
return 10; // Valor fixo para o teste
}
}
“`

4. Spy

O Spy é um tipo de Test Double que registra informações sobre as chamadas feitas a uma dependência real durante a execução do teste. Ele é utilizado quando precisamos verificar se determinados métodos foram chamados ou quantas vezes foram chamados. Por exemplo:

“`java
public class SpyLogger implements Logger {
private int contador = 0;

public void log(String mensagem) {
contador++;
// Registro da chamada para verificação posterior
}

public int getContador() {
return contador;
}
}
“`

5. Mock

O Mock é um tipo de Test Double que permite definir expectativas sobre as chamadas feitas a uma dependência real durante o teste. Ele é utilizado quando precisamos simular o comportamento de uma dependência real de forma mais precisa e controlada. Por exemplo:

“`java
public class MockAutenticacao implements Autenticacao {
public boolean autenticar(String usuario, String senha) {
if (usuario.equals(“admin”) && senha.equals(“123456”)) {
return true; // Usuário autenticado
} else {
return false; // Usuário não autenticado
}
}
}
“`

Aplicação do Test Double

O Test Double pode ser aplicado em diferentes situações durante o desenvolvimento de software. Vamos ver alguns exemplos:

1. Testes unitários

No contexto dos testes unitários, o Test Double é utilizado para isolar o código que está sendo testado de suas dependências externas. Isso permite que os testes sejam mais rápidos, mais confiáveis e mais fáceis de serem escritos e mantidos. Por exemplo, podemos utilizar um Stub para simular o comportamento de um banco de dados durante o teste de uma classe que realiza operações de leitura e escrita:

“`java
public class MinhaClasseTest {
@Test
public void meuMetodoDeveRetornarDadosDoBanco() {
BancoDeDadosStub bancoStub = new BancoDeDadosStub();
MinhaClasse minhaClasse = new MinhaClasse(bancoStub);

List resultado = minhaClasse.meuMetodo();

// Verificação dos resultados esperados
}
}
“`

2. Testes de integração

No contexto dos testes de integração, o Test Double é utilizado para simular partes do sistema que ainda não estão prontas ou que são difíceis de serem utilizadas em um ambiente de teste. Isso permite que os testes de integração sejam executados de forma isolada, sem depender de componentes externos. Por exemplo, podemos utilizar um Fake para simular o comportamento de um serviço externo durante o teste de uma API:

“`java
public class MinhaApiTest {
@Test
public void meuMetodoDeveRetornarDadosDoServicoExterno() {
ServicoExternoFake servicoFake = new ServicoExternoFake();
MinhaApi minhaApi = new MinhaApi(servicoFake);

Response resultado = minhaApi.meuMetodo();

// Verificação dos resultados esperados
}
}
“`

Conclusão

O Test Double é uma técnica poderosa no desenvolvimento de software, que permite isolar o código que está sendo testado de suas dependências externas. Com os diferentes tipos de Test Double, podemos simular ou substituir partes do sistema durante a execução de testes automatizados, tornando-os mais confiáveis e eficientes. Ao aplicar o Test Double em testes unitários e de integração, podemos garantir a qualidade do software e facilitar o processo de desenvolvimento. Experimente utilizar o Test Double em seus projetos e aproveite todos os benefícios que essa técnica pode oferecer.

Veja outros Termos